quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Questão de tempo

Eu e meu namorado estamos fazendo intercâmbio na Irlanda. Conversamos sempre com a Júlia, filha dele, por videoconferência e há um fuso horário de 4 horas. Em uma dessas ligações, surgiu esse diálogo:
- Ei, Júlia, tudo bem? Já tomou banho para ir para a escola?
- Não, papai. Está cedo ainda.
- Que horas são aí?
- Agora são 11h. E aí, que horas são?
- Aqui são 15h, Júlia.
- Nooossa! Como a hora passa rápido aí, né?!

(Júlia, 7 anos)

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Se eu fosse você

- Isabela, vamos pingar um sorinho no nariz para melhorar sua respiração. Se eu fosse você, pingava.
- É, tia, mas como não é...

(Isabela, 5 anos)

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Agosto

Eu estava colocando roupas para lavar na máquina e a Isa no balanço:
- Mãe, que mês nós estamos mesmo?
- Em agosto, filha.
- Huumm... que bom, né?
- Bom por quê? 
- É bom porque dá para a gente sentir o gosto dele. Já é agosto.

(Isadora, 5 anos)

domingo, 13 de agosto de 2017

Pai é pai

Sofia entrou na sala e pediu:
- Pai, não imite a mamãe, tá?
- Tá bom, Sofia.
- Então posso chupar gelinho?
- Não.
- Eu falei que não era para imitar a mamãe!

(Sofia, 4 anos)

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Pai

- Meu pai é o mais legal de todos os pais. Ele é forte, duro, me leva no fundão do mar e não me deixa afogar.
- E a mamãe?
- A mamãe é macia.

(Pedro, 4 anos)

Comemoração

- Mamãe, o que é comer?
- É quando você põe a comida na boca, mastiga e engole.
- Mamãe, o que é morar?
- É quando você tem uma casinha para ir todo dia, então você mora nela.
- Mamãe, o que é "comermorar"?

(João Augusto, 3 anos)

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Lógica

Sou enfermeira em uma unidade de saúde e ao atender uma criança, perguntei:
- Me conte, André, quando você completa cinco anos?
- No meu próximo aniversário, tia.

(André, 4 anos)

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Senta que lá vem história

- Qual parte do corpo a gente usa para pensar, Júlia?
- O bumbum.
- Como assim?
- Ué, a gente senta o bumbum na cadeira e pensa.

(Júlia, 5 anos)

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Luz

- Mãe, não consigo dormir, estou com medo do escuro.
- Como, filha, se deixei a luz do banheiro acesa?
- Mas quando fecho o olho, apaga!

(Marina, 6 anos)

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Profissão

- Filho, o que você vai ser quando crescer?
- Lindo da mamãe e do papai.
- Não, filho. A mamãe está perguntando de trabalho, de um emprego...
- Aah, sim... o Thor ou o Capitão América.

(Rafae, 2 anos)

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Palavras-cruzadas

Moramos em Genebra, na Suiça. Meu filho entende português, mas quando responde mistura português e francês: 
- Mamãe, me faz um mamá? 
- E a palavra mágica? 
- Por favor.
 Fui fazer o mamá e na volta:
 - Toma, meu amorzinho. O que você diz agora? Mer...
- Meeeerrrda!
- Ei! Isso não se diz!
- Ops, desculpe, mamãe. Merci!

(Lorenzo, 4 anos)

Latin lover

Em uma roda de conversa familiar, Alejandro falou:
- Vó, você está tão bonita, mas tão bonita, que os idosos vão chamá-la para dançar Despacito. 

(Alejandro, 8 anos)

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Futuro

- Mãe, eu sou de virgem, né?
- Sim.
- Quando eu perder a virgindade, que signo eu vou ser?

(Ana, 9 anos)

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Saudável

- Vamos parar o carro para tomar suco e comer pastel?
Giovanna sussurrou:
- Pode parar de reclamar, barriga. Você queria refrigerante mas minha mãe disse que será suco.

(Giovanna, 4 anos)

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Oração

- Mãe, o que eu fiz de errado?
- Como assim, filha?
- Na oração falam assim: "perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a Keila que nos tem ofendido".

(Keila, 6 anos)

domingo, 30 de julho de 2017

Já que tá

Fomos abastecer o carro, meu tio abaixou o vidro e falou:
- Me vê cinquenta reais de gasolina.
Minha prima atrás, no embalo:
- E para mim também.

(Bianca, 5 anos)

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Não posso ficar

Minha afilhada passou uma noite na minha casa com a minha amiga, mãe dela. No dia seguinte, na hora de ir embora, eu perguntei:
- Mas já vai embora, Alice?
- Vou. Tem muita gente que me ama me esperando.

(Alice, 3 anos)

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Não basta ser

- Pai, amanhã é o dia da Família na escola. Você vai?
- Não, filho. Mas sua mãe vai.
- Ô pai, você sabia que pai também é família?

(Murilo, 4 anos)

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Bem-estar

- Mamãe, eu quero mais arroz.
- Filha, coma só o franguinho. O arroz branco vira açúcar no nosso organismo.
- Ah, então o arroz integral vira açúcar mascavo?

(Rebecca, 8 anos)

terça-feira, 25 de julho de 2017

Drive thru

Estávamos em uma lanchonete, quando ela veio com a seguinte pergunta:
- Mãe, a gente vai viajar para onde?
- Para lugar nenhum, Nanda. Tá doida?
- Ué, então porque o meu pai falou para a moça que a batata frita era pra viagem?

(Fernanda, 8 anos)

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Amor

Estava brincando com minha priminha no pula-pula, quando ela me olhou e disse:
- Eu vou ter você para sempre né, Laís?

(Yasmin, 4 anos)

domingo, 23 de julho de 2017

Identidade

Na preparação para festa junina:
- Filho, por que você não quer usar costeleta e bigode na festa?
- Ahhh não, mamãe, é muito feio e eu não gosto.
- Mas, todo mundo usa...
- É, mas eu não sou todo mundo, lembra?

(Higor, 7 anos)

Plano de carreira

- Laura, o que você vai ser quando crescer?
- Grande!
- Ah, sim. Mas, além de grande, mais alguma coisa?
- Aham, rica!

(Laura, 3 anos)

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Tempus fugit

- Mamãe, o buraco no bumbum se chama tempo.
- O quê? Quem te falou isso?
- A tia da escola.
- Certeza?
- Sim.
Minha irmã, ouvindo isso, entendeu e disse:
- O nome é anus.
- Ah. É isso mesmo. Às vezes eu confundo os nomes.

(Mateus, 5 anos)

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Cordão umbilical

- Mãe, quando eu casar eu vou dormir na ponta, meu marido na outra ponta e você no meio.

(Giovanna, 6 anos)

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Melhor prevenir

Estava almoçando uma salada com a filha de uma amiga e ela, do nada, puxou o assunto:
- Tia Jessica, nós nunca vamos ter câncer de próstata!
Quase engasguei rindo mas perguntei:
- E você sabe o que é próstata, menina?
- Não! Mas eu sei que tomate previne câncer de próstata.

(Vitória, 5 anos)

Sabedoria

A nossa tia me olhou e disse:
- A flor no cabelo da Luíza está muito grande, não acha?
Antes que eu respondesse a Luíza soltou:
- Tá, sim. E se você reclamar, titia, a mamãe planta um jardim aqui.

(Anna Luíza, 5 anos)

terça-feira, 18 de julho de 2017

Entrando numa fria

- Ô mãe, imagina se tivesse uma montanha-russa no Polo Norte... A gente ia ficar com frio na barriga.

(Bahuan, 5 anos)

Decor e salteado

Meu primo foi apresentar um jogral na igreja para o dia das mães. Assim que se organizaram no palco, a tia colocou o microfone em sua boca e perguntou baixinho no ouvido dele:
- Rafa, sabe falar de cabeça?
- Sim. De cabeça!

(Rafael, 3 anos)

segunda-feira, 17 de julho de 2017

domingo, 16 de julho de 2017

Conhece-te a ti mesmo

Hoje, estávamos no carro e quando passou um caminhão do lado, minha filha falou:
- Olha, papai, um caminhão! 
- Como você sabe que é um caminhão?
- Porque eu sei de tudo, papai! 
- E como você sabe de tudo?
- Não sei, papai.

(Letícia Maria, 4 anos)

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Youtuber da vida real

Yasmim gravando vídeo para o Facebook:
- Hoje eu vou ensinar pra vocês uma receita bem gostosa!
Então ela começa:
- Passo 1: "Mãe, to com fome!".
E agora é só esperar.

(Yasmim, 5 anos)

Oferta

Fui a um supermercado que vende produtos no atacado e varejo com o Daniel. Andando pelos corredores, ele parou e me perguntou:
- Quando uma pessoa gosta muito de algo, ela paga mais barato?
- Como assim, paga mais barato?
- Exemplo: se eu gosto muito, muito mesmo, de paçoca, sou doido por paçoca, eu pago mais barato?
- Não, ué?! Como assim?
- É que na etiqueta tem preço de pessoas atacadas e normais.

(Daniel, 5 anos)

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Imagem

Estávamos em casa e a Anna Julia não parava de comer. Eu disse:
- Filha, agora chega de comer, se não você vai ficar gorda.
Ela olhou para mim e falou:
- Igual a você, mamãe?

(Anna Julia, 5 anos)

Acesso

- Tia, não dá para entender. Como chamamos isso de corredor se não podemos correr?

(Davi, 5 anos)

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Gago

Estávamos no carro ensinando palavras em inglês para o Gustavo e eu perguntei:
- Gú, como é "pai" em inglês?
- Father!
- E "papai" como é?
Ele respondeu cheio de propriedade:
- Fafather!

(Gustavo, 6 anos)

terça-feira, 11 de julho de 2017

Terra estranha

- Filha, estamos na ciclovia.
Muito séria, Lara respondeu:
- Eu nunca vi esse país antes.

(Lara, 3 anos)

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Ato falho

Deitada na cama com o Gabriel, falei:
- Filho, sabia que você é o príncipe da minha vida?
- Sim, mamãe. E o papai é o rei, né?
- Isso. E se o papai é o rei e você é o príncipe, a mamãe é o quê?
- A coroa.

(Gabriel, 3 anos)

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Pequena consumista

Viajando de férias, Nina estava encantada com os lugares e museus que conhecemos. Então, comentei:
- Em São Paulo tem museus tão bons quanto os daqui. Eu quis te levar uma vez em um deles, mas você preferiu ir numa loja de livros.
- Qual?
- O MASP. Um museu que...
- Não. Qual loja?

(Nina, 10 anos)

quinta-feira, 6 de julho de 2017

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Transação

- Arthur, seu pai quer mais um filho.
Vocês vão me vender?!

(Arthur Aleixo, 5 anos)

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Diretas já

Estávamos na igreja estudando a história de Sara (esposa de Abraão). Ela era humilhada por Agar (concubina de Abraão) por não poder gerar filhos. Eu repeti algumas frases que Agar dizia a Sara:
- Coitada, você não pode ter filhos, você é amaldiçoada. Abraão vai ter herdeiros porque eu posso gerar filhos.
De repente, um aluno levanta a mão e diz:
- Ei, tia, então foi aí que surgiu as indiretas?

(Iago, 7 anos)

domingo, 2 de julho de 2017

Um passo de cada vez

Levei minha irmã ao parquinho, como minha mãe havia mandado. Ela brincou um pouco, então perguntei enquanto ela se balançava:

-Elloa, você vai chegar até o céu?

Ela me olhou e disse:

- Sim, algum dia!


(Elloa, 7 anos)

Música para meus ouvidos

Em um shopping, havia diversos instrumentos musicais disponíveis para tocar: guitarra, baixo, piano, bateria, pandeiro... depois de uma hora tocando todos, perguntei:

- Maya, qual instrumento você mais gostou?

Ela pensou um pouco e me respondeu:

- Eu gostei mais de tocar com você, papai.


(Maya, 4 anos)

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Item de compra

Acabamos de receber uma visita e minha sobrinha conversou por muito tempo com a mulher. Logo em seguida ela perguntou: 
- Você fala muito, é muito esperta. Qual seu signo?
Ela fez uma careta e falou: 
- Vixe, tia. Eu não tenho isso, não. Mas meu pai já falou que vai comprar. 

(Jennyfer, 4 anos)

terça-feira, 27 de junho de 2017

Ele sabe

- Mãe, como coloca água dentro do coco?
- Meu filho, para tudo isso há uma explicação.
- Me explique, por favor, porque isso só pode ter sido coisa de Deus.
(Nilton Gabriel, 6 anos)

Espécie

A Helena estava descalça, então eu disse:
- Helena, tire esse pé do chão.
E ela, simplesmente, me respondeu:
- Não dá. Eu não sou voadora.

(Helena, 4 anos)

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Meio

- Sophia você é mais introvertida ou extrovertida? 
- Eu sou intrometida.

(Sophia, 7 anos)

domingo, 25 de junho de 2017

Aumentativo

- Matheus, gostou do vídeo-game que você ganhou do Papai Noel?
- Mamãe, o vídeo-game é mais do que ótimo. É otimista!

(Matheus, 6 anos)

Só os mano

- Pai, qual é a diferença entre muçulmano e Russomano?

(Nina, 10 anos)