terça-feira, 31 de maio de 2016

Mãe com açúcar

Quando eu tinha 40 anos, nasceu minha filha Clara e com o passar dos anos eu disse para ela:
- Ihhhh! Quando você fizer 10 anos a mamãe vai fazer 50!
Na mesma hora ela saiu com essa:
- Então você vai ser minha avó?

(Clara, 4 anos)

segunda-feira, 30 de maio de 2016

De volta para o futuro

- Rodrigo, já está tarde. Vá dormir.
- Ah, mãe, não. Se eu for dormir agora e você não for, eu vou chegar lá no amanhã primeiro e vou ficar sozinho.

(Rodrigo, 3 anos)

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Golpe

- Mãe, hoje eu tive aula de karatê na escola. É assim, ó...
Depois de fazer alguns movimentos com seu jeitinho de criança, falei:
- Filha, acho que isso é aula de judô.
- Não, mamãe, ele não ajudou. Ele ensinou.

(Estela, 4 anos)

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Dose dupla

- Lara, desça da cadeira. Você vai cair.
Ela nem me respondeu.
- Lara, eu vou tomar essa cadeira de você.
- Não.
- Então você vai tomar cuidado?
- Vou. Vou tomar tudo.

(Lara, 4 anos)

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Embrulho

O Caique estava aprendendo a olhar aqueles encartes de propaganda. Então, apontou para um brinquedo do encarte e pediu:
- Tia, dá esse brinquedo pra mim?
- A tia não tem dinheiro pra comprar presente pra você, querido.
Ele logo disse:
- Não precisa vir de presente, não. Pode vir na sacolinha mesmo.

(Caique, 3 anos)

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Tattoo

Conversando com a minha prima, comentei:
 - Isa, que legal! Você fez tatuagem de henna?
Ela prontamente respondeu:
 - Não, de borboleta.

 (Isabella, 6 anos)

terça-feira, 17 de maio de 2016

O que há, velhinho?

Em nossa oficina Da Horta para a Mesa, estávamos conversando sobre a horta, colhendo cenouras e beterrabas, quando perguntei ao aniversariante:
- Você gosta de cenoura?
E ele respondeu com toda a sinceridade de uma criança aos 3 anos:
- Eu prefiro chocolate!


segunda-feira, 16 de maio de 2016

Tomou?

- Carlos, tu não gosta de leite de vaca?
- Nããão. Eu só tomo leite de caixinha.

(Carlos, 7 anos)

sábado, 14 de maio de 2016

Plano B

- Heloísa, já falei dez vezes para colocar o tênis. Por que ainda está sem tênis?
- Ué?! Porque você ainda não pegou o tênis pra mim.
- Ah, tá! Então você só põe o tênis se eu pegar? E se eu morrer você vai fazer o quê?
- Vish, mãe! Acho que vou usar só chinelo.

(Heloísa, 5 anos)

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Buraco negro

Pedro estava mascando chiclete e depois de um tempo o pai perguntou:
- Pedro, cadê seu chiclete?
- Caiu.
Já procurando pelo chão e entre as cobertas, o pai perguntou:
- Onde caiu? Você engoliu, Pedro?
- Eu não engoli. Ele caiu bem aqui, na minha garganta.

(Pedro, 3 anos)

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Sei...

Eu estava dirigindo com a Nicolle na cadeirinha atrás, quando ela disse:
- Nossa, mãe, você dirigi muito mal.
Brava, perguntei:
- O que você disse, Nicolle?
- Não, mãe. Eu quis dizer que a mulher que trabalha na minha creche dirigi mal.

 (Nicolle, 3 anos)

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Aumente o som

Deixei meu namorado na casa dele e levei minha filha junto. Voltando para casa o papo foi assim:
- Mamãe, por que o tio Daniel foi embora?
- Porque ele tem que ensaiar com a banda dele, filha.
- Ah, entendi. Ele toca o quê, mamãe?
- Ele toca baixo.
- Mas, mamãe, isso tá errado. Se ele tem uma banda ele tem que tocar alto. Se ele tocar baixo ninguém escuta!

(Bárbara, 5 anos)

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Deus te crie

A Pietra estava espirrando. Então, como eu vivo chamando a atenção dela para não ficar sem blusa, eu disse:
- Vaaaiii!
- Por que você não fala "saúde", que é muito mais sensato de se falar para os outros?

 (Pietra, 5 anos)

domingo, 8 de maio de 2016

Feliz dia das mães

- Vicenzo, o que é isso na parede? A mamãe não te explicou que não pode escrever nas paredes?
- Mas, mãe, tá escrito: "Mãe, eu te amo".

(Vincenzo, 4 anos)

sábado, 7 de maio de 2016

Cardiologista

- Thamara, meu pai foi no médico do coração.
- Foi, Samara? O que ele tem?
- Partiram o coração dele.

(Samara, 3 anos)

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Olhos do coração

- Mãe, alguém já viveu mais de 100 anos?
- Sim, várias pessoas.
- E mais de mil anos?
- Não.
- Nem Deus?
- Bom, nem todos acreditam em Deus, eu mesma não acredito e...
- Deus existe, sim!
- E como você sabe?
- Ele é como açúcar no suco: você não vê, mas sente.

(Larissa, 5 anos)

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Geografia

Estudando geografia com as filhas, perguntei:
- Meninas, quais os movimentos da terra?
- Rotação e inflação.

 (Helena, 6 anos)

terça-feira, 3 de maio de 2016

Fábrica

Enquanto eu amamentava minha filha recém nascida, escorreu um pouco de leite branquinho e o meu mais velho perguntou:
 - Não tem Nescau materno, mamãe?

(Gabriel, 4 anos)

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Adote

- Mãe, me dá um irmãozinho, desses que vem prontos? Esses da barriga demoram muito para chegar.

(Pietro, 3 anos)

domingo, 1 de maio de 2016

Limpa com jornal

Minha sobrinha estava no banheiro fazendo cocô e quando terminou, gritou:
- Acaaaabeeeeeei! E acabou o papel "nojênico"!

(Lígia, 4 anos)

sábado, 30 de abril de 2016

Lady Gaga

Eu estava vendo um clipe da Lady Gaga com meus irmãos e a Bia falou:
- Ná, tá vendo que ela fica repetindo as coisas na música dela? Esse "ma ma, rô ma ma"?
- Hum... e aí?
- Ela faz isso porque é gaga. Por isso que se chama Lady Gaga, né?

 (Beatriz, 7 anos)

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Um é pouco, dois é bom, mas três...

A Carol estava tomando banho com sua irmã mais velha, que possuía seios bem grandes. Então, a irmã perguntou:
- Carol, quando crescer você vai querer ter bastante seio?
Depois de um olhar sobre si mesma, ela respondeu:
- Não, só dois.

(Carol, 3 anos)

terça-feira, 26 de abril de 2016

Pronto

- Pai, quebrou o meu carrinho. Você conserta?
- Claro, filho. Eu conserto.
- Nossa, pai, você é muito prestativo.
- Sério, filho?
- É.
- Mas vem cá, porque eu sou prestativo?
- Ah, é porque você empresta as coisas para as pessoas.

(Allan, 3 anos)

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Buraco negro

- Mamãe, como chama o buraco que fica no meio do meu bumbum?
Virei uma estátua e mandei:
- Ânus.
- Nunca vi um buraco que chama ânus. "Ânus" eu tenho 4.  

(Enzo, 4 anos)

Sabedoria

- Que flor linda dentro do copo. De quem é?
- Eu trouxe pra Tatá, da escola.
- Ah. E a minha?
- Faz assim, mãe, corte a flor no meio.

 (Pedro, 05 anos)

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Intervalo

A Luiza atendeu uma ligação:
- Oi, Lú. Seu pai tá aí?
- Não. Ele foi levar a Dori no veterinário.
- Ué, mas o seu pai não é veterinário?
- É, mas ele está no horário de almoço.

 (Luiza, 7 anos)

Feriadão

- Bom dia, Pedro!
- Bom dia nada. Eu tô dormindo ainda.

(Pedro, 4 anos)

terça-feira, 19 de abril de 2016

Bom perdedor

Olívia estava fazendo a lição de casa enquanto Luisa desenhava ao seu lado. Olívia parou, pensou um pouco e me disse:
- Mamãe, já sou crescida e não me importo mais de perder se estou jogando. Faz parte, né?
- É, sim, filha.
Luisa logo disse:
- Eu também, eu também, mamãe. Já sou grande e não me importo nem um pouco se você perder.

(Olívia, 7 anos e Luisa, 4)

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Simples

Eu expliquei o motivo da manifestação do povo brasileiro para o Pedro. E ele concluiu:
- Mãe, esses políticos pegam o nosso dinheiro e não usam pra fazer coisas para nós. Eles não deveriam ser presos? Isso não é roubar?

(Pedro, 6 anos)

domingo, 17 de abril de 2016

Faz sentido

Durante um café e muita conversa, a tia Lene questionou:
- Quando foi que Jesus nasceu?
- Quando a gente ainda estava morto.

(Brenda, 7 anos)

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Boa sacada

Meu filho cantando:
- "O cravo brigou com a rosa, debaixo de uma sacada..."
- Mãe, eu sou o cravo.
E eu, prontamente perguntei:
- E eu sou a rosa, filho?
- Não, mãe. A rosa é a Anna, minha colega da escola. Xiii, mãe... você vai ter que ser a sacada.

(João Pedro, 5 anos)

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Dividindo a responsabilidade

Depois do banho, eu estava ajudando o Bernardo se trocar e ele me pediu pra que não colocasse a calça do pijama daquela maneira.
Eu questionei:
- Bernardo, você é cheio de manias, né?
- Foi Deus quem me fez assim.

(Bernardo, 5 anos)

terça-feira, 12 de abril de 2016

Sorry

A avó perguntou para a neta:
- Julinha, ainda está fazendo o curso de inglês?
- Uhum.
- Já está conseguindo falar em inglês?
- Sim. Mas eu estou de férias.

(Julia, 11 anos)

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Tássia... tássiachando

Alicia passeando no centro da cidade comigo quando uma senhora nos abordou e disse:
- Que Deus abençoe essa princesa mais linda.
Eu agradeci o elogio e perguntei para Alicia:
- Você não se cansa de ser linda?
Super séria, ela respondeu:
- Não, eu acho normal. Se você também fosse se cansaria?

(Alicia, 6 anos)

domingo, 10 de abril de 2016

Xixi

Percebi que a Ana apertava as perninhas, uma na outra, como as meninas fazem quando querem segurar o xixi. Então perguntei:
- Ana, quer fazer xixi?
- Não, tia.
- Tem certeza que você não vai fazer xixi nas calças?
- Sim, estou de vestido.

(Ana, 4 anos)

sábado, 9 de abril de 2016

Tecla SAP

Estou assistindo um filme legendado com o meu filho e ele pergunta:
- Mãe, o que significa "I don't know"?
- Eu não sei.
- Eu também não, mãe.

(Lucas, 7 anos)

quinta-feira, 31 de março de 2016

Profissão

- Carol, o que tu vai ser quando crescer?
- Atriz. Igual minha prima Bia.
- Mas, Carol, a Bia não é atriz.
- É, sim. Todo mundo chama ela de Beatriz.

 (Carol, 4 anos)

quarta-feira, 23 de março de 2016

Tempo

Estava conversando com a minha irmã caçula e contando algo que eu havia feito na infância, até que ela me perguntou:
- Quantos anos você tinha?
- Onze anos.
- Que legal! Eu nunca tive onze anos.

(Monize, 7 anos)

sexta-feira, 18 de março de 2016

Faça amor, não faça guerra

- Mãe, às vezes dá vontade de gritar: "Fora, Dilma!". Mas eu ainda prefiro a política do que a guerra. 

(Nina, 8 anos)

segunda-feira, 14 de março de 2016

Completo

- Ana, o seu chocolate é o meio amargo, né? É desse que você gosta?
- Não. Eu gosto dele inteiro amargo.

(Ana Luíza, 5 anos)

quinta-feira, 10 de março de 2016

Longe de casa

Somos de Minas Gerais e fomos para uma praia em Santa Catarina. Depois de uns dias, perguntamos para a Giovana se ela estava gostando e ela respondeu:
- Estou, sim. Mas quando vamos voltar para o Brasil? Eu acho que a vovó está com saudade de mim.

(Giovana, 5 anos)

quarta-feira, 9 de março de 2016

Biodiversidade?

No quintal da casa da avó, enquanto espantava as galinhas para longe:
- Eu tenho medo de aves. Mas de passarinho, não. Só de aves.

 (Ana Clara, 3 anos)

segunda-feira, 7 de março de 2016

Tudo muda?

Certa noite, viajávamos de carro e eu mostrava as constelações no céu para as crianças. Na época, a moeda havia mudado recentemente e a Débora, muito atenta, me perguntou:
- Mamãe, o Cruzeiro do Sul agora é Cruzado do Sul?

(Débora, 6 anos)

sexta-feira, 4 de março de 2016

Resposta

Todas as noites, faço uma oração com meu filho. Como ele ainda é pequeno, peço que repita as palavras que eu digo. Então comecei:
- Papai do Céu...
E ele repetiu:
- Papa o chéu.
Eu disse:
- Obrigado...
E ele:
- De nada.

(Calebe, 2 anos)

quinta-feira, 3 de março de 2016

Protagonista

Alisson é bem encanado com a morte e assistindo ao filme ele perguntou:
- Ele vai morrer?
- Não. Ele é o principal.
Admirado e com um esboço de sorriso, questiona:
- A gente é o principal?

(Alisson, 5 anos)

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Sentimento

Maria Letícia estava brincando com suas bonequinhas e disse para uma delas:
- "Não precisa ter ciúmes..."
Fiquei curioso e perguntei:
- Lê, o que é ciúmes?
Ela, com a resposta na ponta da língua, disse:
- Ciúmes é quando a gente tem alguém no coração muito forte.

(Maria Letícia, 3 anos)

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Generosidade

Eu e a Maria Vitória estávamos vendo o filme da Bela Adormecida e ela me perguntou:
- Ana, você tem um namorado, igual a Bela?
- Não, Mavi. Ainda não tenho.
- Eu tenho. Quando você tiver um, vamos sair de casal?
- Vai demorar pra eu ter um namorado.
- Aninha, se demorar te empresto o meu.

(Maria Vitória, 5 anos)

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

0 KM

- Mainha, o computador de Manú é tão rápido, que parece que saiu da concessionária agora.

(Henrique, 13 anos)

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Mudança

Orando com a mãe antes de dormir, minha neta sempre repete o que a mãe fala, frase por frase.
Num certo dia a oração teve um desfecho que ela não concordou. Depois de repetir: "Senhor, cuida de nossas vidas, nossa família, blá blá blá  e me faça digno para morar em sua casa", Cecília, quase chorando, olhou sério pra mãe e disse:
- Isso não vou falar, não.
A mãe questionou:
- Por que não, filha?
- É porque eu quero continuar morando aqui, com vocês.

(Cecília, 4 anos)

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Sous Chef

Estava fazendo o jantar, quando chega a Maria Eduarda:
- Mamãe, posso te ajudar a fazer a comida?
- Pode, filha. Pegue uma colher para a mamãe mexer o arroz.
- Uma colher de pau, mamãe?
- De preferência, filha.
Segundos em silêncio e ela pergunta:
- Mamãe, o que é uma colher de preferência?

(Maria Eduarda, 6 anos)
Google+