segunda-feira, 17 de maio de 2010

A moça do tempo

Certa vez, eu e a Bibi fomos a uma festinha em plena segunda-feira. Chegamos tarde da noite e no outro dia a Bibi levantou cedo para ir à escola. Como ela estava com muito sono, fiquei apressando ela a todo instante.
- Vamos logo! Estamos bem em cima da hora. Vamos, vamos!
- Eu não estou em cima da hora, não! Por acaso a senhora está vendo algum relógio debaixo dos meus pés?

(Gabrielle, 6 anos)

Enviado pela Andrea Santos