quinta-feira, 1 de julho de 2010

Muito axé

Quando eu estava grávida, fiquei muito emotiva e chorava por qualquer coisa. Um dia, voltando do consultório médico com minha mãe e minha sobrinha, comecei a receber uns conselhos da minha mãe:
- Filha, você não pode ficar assim, faz mal pra bebê! Pare de chorar, levanta esse astral!
Minha sobrinha deu um salto no banco de trás e mandou:
- É, Tata, extravasa!!!

(Rayane, 5 anos)

Enviado pela Thais Martins