domingo, 21 de novembro de 2010

O fim da infância

Depois que acabava de fazer as tarefas da escola, o Eduardo descia para jogar futebol com os amigos no parque. Um dia, ao voltar, imundo, suado e com aquele cheirinho debaixo do braço, se jogou em cima da minha cama para ver TV. Então eu disse:.
- Filho, vai tomar um banho. E depois do banho, passa o desodorante do papai debaixo dos braços.
E ele respondeu:
- Ah, não mãe! Lá se foi minha infância!

(Eduardo, 11 anos)

Enviado pela Solange Lima