segunda-feira, 11 de abril de 2011

A outra face

- Pai, o fulano me bateu.
- Perdoa ele, meu filho, ele errou.
- Errou nada, pai, ele acertou bem aqui, ó.

(Mizael)

Enviado pela Joyce Brito
>