quinta-feira, 5 de junho de 2014

QI

Estava distraída no hortifruti com as crianças, quando peguei a conversa deles no meio do caminho:
- O meu é maior que a cenoura.
O outro respondeu:
- O meu é do tamanho da berinjela.
Fiquei brava. Puxei os dois de canto e falei:
- Puxa vida, isso não é papo para se discutir no meio de todo mundo.
Aí o João fala:
- O tamanho do nossa cérebro, mãe. O que tem demais?

 (Mateus e João, 10 anos)