terça-feira, 24 de março de 2015

Pureza


Uma noite dessas, eu estava no carro, voltando para casa, quando minha filha decide abrir o vidro.
 - Laninha, não abra o vidro que pode vir algum trombadinha.
 - Mamãe, trombadinha é elefante, né?

(Alana, 4 anos)