sexta-feira, 21 de abril de 2017

Carnívora

Em um restaurante, enquanto esperávamos pela refeição, alertei a Nina:
- Filha, pegue leve com os pães, senão você não vai aguentar comer a carne.
- Pai, isso não vai acontecer. Carne é meu nome do meio.

(Nina, 10 anos)